Como e por que existem estrelas?

O Bruno, que tem dez anos e mora em BH outro dia nos deixou uma pergunta bastante interessante, que deixa muitos cientistas intrigados: como e por que existem estrelas? Quem nos dá uma mãozinha sobre o assunto, do ponto de vista da ciência, é Domingos Soares, professor aposentado do Curso de Física do Instituto de Ciências Exatas da UFMG. Veja o que ele disse:

“Você já reparou nas nuvens do céu? Elas parecem flocos de algodão, branquinhas. As nuvens do céu são formadas de vapor de água, e também de gotas de água líquida e pedacinhos de gelo. São elas que formam as chuvas.   No espaço distante, lá onde estão as estrelas, também existem nuvens. Estas nuvens são formadas principalmente pelos gases hidrogênio e hélio.

Elas não são como as nuvens das chuvas aqui na Terra – ao invés de fazer chover, elas formam estrelas! E, como elas estão espalhadas entre as estrelas, elas são chamadas de “nuvens interestelares”. Além disso, são muito grandes, gigantescas, muito maiores do que a Terra e do que o Sistema Solar, isto é, o Sol e todos os seus planetas.   Com o passar do tempo estas nuvens vão diminuindo de tamanho porque cada parte dela puxa a outra parte em sua direção. Isto é chamado de “atração gravitacional”. As estrelas existem, no final das contas, por causa da gravidade. A matéria atrai a matéria, e por causa disto, as nuvens interestelares acabam por se ‘quebrar’ em pedacinhos menores. Cada um deles continuará a se contrair e terminará como uma estrela. Isto acontecerá quando o seu interior se tornar tão quente que a força da gravidade não consiga diminuir ainda mais o seu tamanho. A nossa estrela, o Sol, foi formado desta maneira. Mas atenção! Toda esta história leva milhões e milhões de anos para acontecer.

Uma vez, o cientista norte-americano Carl Sagan, que gostava muito de explicar os mistérios das estrelas e de todo o universo para as pessoas, disse: “(…) Nós somos feitos de material estelar.”

Realmente, todas as substâncias que vemos à nossa volta foram fabricadas no interior das estrelas. O oxigênio que respiramos, o ferro de nossas montanhas, o carbono das plantas e do nosso corpo, tudo, tudo, foi feito no interior das fornalhas atômicas estelares!”

Bacana, não? Quer saber mais? Então veja as perguntas aí ao lado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *