Como os frutos crescem?

Vocês já viram uma samambaia ou um pinheiro com frutos? Claro que não. Para ter frutos é preciso antes que haja flores, e flores são exclusivas das Angiospermas, como a mangueira, a laranjeira e jabuticabeira.

Os frutos nada mais são do que o ovário das flores desenvolvidos após a fecundação. Na fecundação, os gametas masculinos e femininos se fundem dentro da flor. Quem conduz o gameta masculino de uma flor até outra flor é o grão de pólen. O gameta feminino chama-se oosfera e fica dentro do ovário da flor. Quando os gametas se fundem, forma-se um zigoto que se desenvolverá no embrião das plantas.

Após a formação do embrião, as células do ovário da flor começam a se dividir, o ovário cresce formando o fruto.

O fruto protege e nutre o embrião em desenvolvimento. Este embrião está dentro da semente que é formada pelo crescimento do óvulo, uma parte da flor que não tem nada a ver com o óvulo dos animais. Ao contrário dos animais, o óvulo das plantas não é o gameta feminino, ele é formado por várias células que após a fecundação formarão as partes da semente.

Cada fruto pode ter uma ou várias sementes, cada uma com um novo ser vivo vegetal em seu interior.

Existem frutos como a banana nos quais os ovários crescem sem que haja fecundação. Por isso banana não tem caroço.

Tivemos hoje a colaboração da professora Rosy Isaias do laboratório do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.

Ilustração: Leonardo Barros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *