De onde se tira o ouro?

Nosso amigo Lucas nos enviou esta pergunta, que foi respondida pelo Alfredo Matheus, do Colégio Técnico da UFMG.

O ouro é um metal extremamente raro, especialmente se comparado com outros como o ferro, alumínio, cobre, etc. O fato de ele ser raro e de não se oxidar, se mantendo brilhante e puro, tornou o ouro um metal muito valioso. Descobrir ouro se tornou sinônimo de algo bom e quando vemos uma grande oportunidade a chamamos de uma “mina de ouro”. Então, a primeira resposta sobre de onde vem o ouro é esta: ele é retirado através da mineração.

Além de ser raro, ele normalmente aparece na natureza em uma concentração muito pequena. Isto quer dizer que se você pegar uma rocha, mesmo em uma mina de ouro, a quantidade de ouro por quilo de minério é muito baixa. Os garimpeiros procuram o ouro em riachos através da sua densidade, usando uma bateia. O ouro é um material muito denso. Para você ter uma idéia, uma embalagem daquelas de leite de um litro, cheia de ouro, pesa quase vinte quilos!  Girando a bateia com água ele faz o cascalho ir para a ponta e o ouro se juntar no centro. Imagine o trabalhão que isso dá para conseguir uma poeirinha de ouro, isso se você tiver sorte! Mas se você encontrar ouro é sinal que pode haver um veio por perto, um local onde se concentra uma quantidade maior de ouro. Para tornar o trabalho mais fácil, o minério que contém ouro é tratado com reagentes químicos de modo a concentrar o ouro, deixando os outros materiais que compõe a rocha para trás.

O ouro, como quase todos os elementos, está presente também na água do mar. Os oceanos contém uma quantidade enorme de ouro mas, infelizmente, tem uma quantidade muito, muito maior de água. Desta forma, não é economicamente viável retirar o ouro da água do mar.

Por fim, o local mais fácil de tirar ouro é do nariz, mas só quando ninguém estiver olhando….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *