Por que existem espinhas e cravos?

Por que será que volta e meia, quando a gente acorda e lava o rosto, às vezes percebe um pontinho vermelho doendo no nosso rosto – e nem temos ideia de onde ele veio? Por que será que a gente tem espinhas e cravos, ou acne? A Ana Luiza e o Yule enviaram esta pergunta pelo site, mas com certeza esta é uma dúvida de muita gente. A Patrícia Martins, que é doutoranda em Biologia Celular pela UFMG, explica melhor por que isso acontece.

Ela diz que na maioria dos casos, espinhas e cravos podem ocorrer porque os poros (aqueles furinhos que a gente tem na pele) ficam cheios de sebo — ou gordura. Esse sebo é produzido o tempo todo logo abaixo da superfície da pele, nas glândulas sebáceas, e sai pelos poros. O que acontece é que “algumas vezes os poros podem ficar entupidos e levar à formação de acne”.

Além disso, “pode ocorrer a multiplicação de bactérias que são habitantes naturais da pele, mas que podem se espalhar muito em alguns pontos e levar a uma reação inflamatória, no caso da espinha. Essa reação inflamatória é bem reconhecida por quatro sinais básicos no local da espinha: dor, vermelhidão, inchaço e calor. Outras causas poderiam ser a predisposição genética, ou seja, se seus pais tiveram espinhas, a sua chance de ter será maior”, explica Patrícia.

Existem pessoas que têm muito mais espinhas que outras. Seja esse o seu caso ou não, o melhor a fazer mesmo é conversar com um dermatologista antes de começar qualquer tratamento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *