Por que nossa cabeça é redonda?

Ei, você! Já se olhou no espelho hoje? Ao lavar o rosto e pentear os cabelos de manhã, já reparou que você e todo mundo têm a cabeça arredondada? Já viu que seu cachorro, gato ou passarinho também têm a cabeça nesse formato? Já pensou em por que razão todos somos assim?

A Lara, que tem 10 anos e vive em Morada Nova de Minas, nos fez esta pergunta (nada fácil de responder!). E quem nos ajudou foi a prof. Cláudia Carvalho, do departamento de Morfologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG:

“Antes de mais nada, é bom a gente lembrar que o nosso corpo é formado por tipos diferentes de células. Enquanto você ainda estava na barriga da sua mãe, elas viajavam e se agrupavam em locais distintos, para formar seus órgãos, seus membros, sua pele e também sua cabeça. Então, a forma da cabeça, assim como de qualquer outra parte do corpo, é o resultado da viagem e do agrupamento das células.  Mas não sabemos explicar os detalhes de como a forma de cada parte ou do todo vai se constituindo à medida que o embrião se desenvolve. Sabemos algumas coisas gerais como:

-Durante o desenvolvimento do embrião, as células interagem (ou melhor, se tocam) e este toque provoca algumas mudanças nas células.
-Existem interações que fazem com que algumas células se multipliquem mais ou por mais tempo em algumas regiões do embrião;
-Algumas interações fazem com que as células mudem de forma e se tornem, por exemplo, mais alongadas que outras;
– Esse “trânsito de células” em algumas regiões do embrião faz com que algumas delas morram;
A forma do nosso corpo e dos animais também depende do formato dos órgãos e de como eles são organizados. Mas ainda não há explicação o suficiente sobre como surgiu a diferença entre as cabeças das várias espécies ao longo da evolução (já que não somos a única espécie a ter a cabeça redonda, não é mesmo?). Podemos dizer que a cabeça é arredondada porque não pode ser feita de outra maneira.

Ainda não existe uma resposta conclusiva para esta pergunta, e muitos pesquisadores estão interessados na origem e manutenção da forma dos animais. Alguns tentam responder a questão comparando o desenvolvimento embrionário entre diferentes animais. Por exemplo, porque aves diferentes possuem bicos com formas diferentes? Há trabalhos que comparam o desenvolvimento embrionário de aves que possuem os bicos com formas diferentes para tentar identificar como e quando surgem as diferenças. Alguns destes trabalhos mostraram que as células que formam os bicos mais longos e largos como os dos patos se dividem mais do que as células que formam os bicos pequenos e pontudos como os das codornas.

Mas nós não estamos satisfeitos com o que já sabemos. Queremos saber mais. Queremos, como quem fez a pergunta acima, saber a origem da forma característica da cabeça de cada espécie. Porque as aves têm bicos e os humanos não?”

Interessante, né? Boa pergunta para quem faz e quem quer fazer ciência daqui a alguns anos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *