POR QUE TEMOS PAI?

Todos nós viemos da união de duas células: uma da nossa mãe biológica e outra do nosso pai biológico. A união dessas células forma o zigoto, que por sua vez se multiplica e se desenvolve até formar um bebê prontinho pra nascer. Então, todos nós temos um pai biológico.

Assim também acontece com outros animais, como, por exemplo, o cachorro. Você já observou um filhote de cachorro? Logo ao nascer, ele precisa ser amamentado, cuidado e protegido. O ser humano também precisa de ajuda ao nascer: para se alimentar, tomar banho, aprender a andar, se proteger dos perigos… Necessita também de contato físico e de carinho… Então o pai, assim como outras pessoas da família, é muito importante para cuidar, proteger e orientar esse ser que cresce e se desenvolve.

Durante muitos anos na sociedade ocidental, o pai foi visto como o chefe da família em nossa sociedade, aquele que dava ordens e trabalhava para sustentar os filhos e filhas. A mãe e outras mulheres da família cuidavam das crianças. Mas essa forma de pensar as tarefas e as relações entre as pessoas foi mudando. Hoje, pai, mães ou outras pessoas adultas da família podem também ser responsáveis por trabalhar e cuidar das crianças. 

E você? Já percebeu como existem, atualmente, vários tipos de família?

  • famílias formadas por pai, mãe e crianças;
  • famílias por dois pais (sendo um deles o pai biológico) e crianças;
  • famílias formadas por duas mães (sendo uma delas a mãe biológica)e crianças;
  • famílias sem crianças;
  • famílias em que apenas o pai ou apenas a mãe mora com as crianças;
  • famílias em que, além do pai e da mãe, outras pessoas moram na mesma casa, como avó, avô, tios, tias, etc;
  • famílias em que o pai e a mãe se separaram e novas pessoas passaram a morar juntas, como o padrasto, a madrasta e as crianças que nasceram de outro casamento;
  • famílias formadas por pessoas que agem como pai ou como mãe de crianças;
  • famílias em as pessoas que cuidam das crianças são tios, tias, avôs, avós, entre outras.

Assim, apesar de o pai biológico ser aquele que gera a criança junto com a mãe e de ser visto em nossa sociedade como alguém que deve cuidar, sustentar, proteger e orientar filhos e filhas, nem sempre é nosso pai biológico que faz tudo isso, e sim outras pessoas que nos amam e que se preocupam com a gente.

 

Pergunta feita pelo Alex de 10 anos respondida por Viviane Pereira de Melo e ilustrada por Tomás Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *