Para que as pessoas fazem suas necessidades?

Você já parou para pensar em por que a gente faz cocô? O Samuel, que tem 11 anos e mora em Cardeal Mota, já. Veja só o que a Camila Rabelo, aluna de Medicina da UFMG, diz sobre o assunto:

Bem, Samuel, se você fez essa pergunta, já deve saber que é mesmo necessário fazer as necessidades e que não tem muito jeito de ir contra essa lei da natureza.

O que acontece é que o nosso corpo não consegue aproveitar todas as partes dos alimentos que ingerimos ou dos líquidos que bebemos. Ou seja, sempre sobra alguma coisa para ser jogada fora.   Agora, imagine se a gente não fizesse cocô. Aí, o resto de comida iria ficar preso na nossa barriga, deixando-nos muito barrigudos ou, pior ainda, teria que ser expulso de nós pela boca, através do vômito. Ia ser horrível, não é mesmo?

E se a gente não fizesse xixi? Aí seria a nossa bexiga que ficaria bem grande. Lembra da última vez que você ficou apertado para ir ao banheiro? A sensação seria parecida, só que bem pior.   Então, ainda bem que o nosso corpo foi muito bem elaborado para funcionar direitinho. Assim, o alimento que a gente come entra pela boca e atravessa um longo tubo, que é o tubo digestivo. Nesse tubo, o nosso corpo lança algumas substâncias que vão ajudar na digestão dos alimentos. A partir disso, o que o nosso organismo não aproveita forma o cocô e sai pelo ânus.
Já os líquidos que bebemos percorrem um caminho um pouco diferente. Entram também pela boca, mas aí a maior parte é absorvida pelos vasos sanguíneos que ficam coladinhos ao tubo digestivo e chegam até aos nossos rins, que formam o xixi. Dos rins saem os ureteres, que são tubinhos que os ligam à bexiga, que guarda o xixi por certo tempo. Até que chega uma hora que praticamente não dá mais para segurar, aí o xixi sai pela uretra.O s líquidos que não são absorvidos pelos intestinos e eliminados no xixi ficam juntos das fezes, e é também por isso que às vezes o cocô pode estar mais mole ou mais durinho.

Ainda bem que a gente faz as necessidades, não é mesmo?

One thought on “Para que as pessoas fazem suas necessidades?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *